Carnaval em Guarulhos destaca iniciativas de conscientização e solidariedade

Terça, 06 de Fevereiro de 2018 - 12:30

Durante as festividades do Carnaval 2018, a Prefeitura de Guarulhos, por meio da Secretaria de Assuntos Difusos, promove campanha de combate à homofobia e transfobia. A iniciativa, que acontece durante os desfiles dos blocos de rua da cidade, objetiva distribuir material informativo aos foliões sobre prevenção de doenças sexualmente transmissíveis e preservativos masculinos e femininos, além de lacinhos coloridos para conscientização e flyers indicando onde há serviços de saúde.

De acordo com Ana Marques, subsecretária de Políticas da Diversidade, a campanha acontece durante todo o ano, mas é intensificada no período do Carnaval. “Nosso papel é também de conscientização de que os heterossexuais também estão vulneráveis a doenças. Qualquer pessoa pode ser portadora de doenças sexualmente transmissíveis. É preciso usar o preservativo, independente da sua identidade de gênero ou orientação sexual. Por isso, nesse período de Carnaval, saímos em meio aos bloquinhos de rua numa grande campanha, e conforme entregamos os materiais e conversamos com as pessoas, temos devolutivas muito positivas, é realmente sensacional”, observa Ana.

Ela explica ainda que, para a busca da valorização e respeito à diversidade, elaboração de políticas públicas e promoção da justiça social, a Subsecretaria de Políticas da Diversidade oferece palestras, objetivando capacitação e conhecimento sobre a temática LGBTI, atendimentos, orientações jurídicas, busca de vagas para emprego e inclusão, entre outras iniciativas.

 

Uma folia solidária

Outra iniciativa bastante interessante que acontece no período de Carnaval são as campanhas realizadas pela Uniblocos, uma associação cultural guarulhense sem fins lucrativos, que reúne um total de 13 blocos de rua.

Durante o período carnavalesco, os grupos costumam trocar o abadá do bloco por alimentos que serão distribuídos em inúmeras entidades beneficentes do município. Ao longo do ano, a Uniblocos também realiza outras ações sociais, como campanhas de arrecadação de brinquedos, alimentos e campanha do agasalho.

No ano passado, os foliões do Bloco Pescakinada, que se concentra na região do Lago dos Patos, na Vila Galvão, promoveram uma campanha de doação de sangue e conseguiram mais de 200 adesões. Ao doar, o folião já saia do hemocentro com o abadá, uma forma de incentivo para o reforço dos bancos de sangue, tão necessário nesse período.

Este ano, os blocos têm meta de arrecadar duas toneladas de alimentos. Nesse total somam-se os números de mantimentos já arrecadados pelo Bloco Unidos dos Meus Ovos, que há poucos dias trocou os abadas do grupo por alimentos e arrecadou mais de 700 quilos.

Mais organizados e conscientes dos benefícios do agrupamento em blocos, os participantes conseguem idealizar eventos programados e colaborar com as iniciativas de seus parceiros. “O associados fazem questão de participar das ações sociais uns dos outros, colaborando com a festa da melhor forma possível”, observa Ricardo Sá, diretor da Uniblocos e músico do Bloco dos Fanfarrões.

Fazer o bem, não importa a quem

As ações solidárias promovidas pelos blocos de rua transformaram o carnaval da cidade, e hoje são muito mais que um evento festivo, alegre e familiar. De acordo com o diretor de marketing da Uniblocos, Alexandre Oliveira dos Santos, mais conhecido como Minduca, as campanhas solidárias levam conforto e ajuda aos locais e pessoas mais carentes do município.

Para Minduca, o sentimento de poder ajudar as pessoas, de aliviar um pouco suas preocupações, é de extrema gratidão. “O mundo carece de gentileza, amor, respeito, empatia. Essa experiência tem me dado grande satisfação, poder devolver um pouco daquilo que eu também recebi por meio de ações como essa para quem também precisa de ajuda”.

Os blocos de rua também ajudam a valorizar a cidade, já que a ideia é que as pessoas possam se divertir, aproveitar aquilo que ela tem de melhor, dos bares e restaurantes, mas também da folias nos bairros.

 

Programação dos blocos

Unidos dos Meus Ovos

Sábado, 17 de fevereiro

Horário: 12 horas

Trajeto: Saída; Rua Raimundo Almeida de Araújo com a Viela Camboriú, Rua Antônio Artoni, Rua dos Guedes, Rua Luís Silvestri, Rua José Lourenço Neves, Rua Raimundo de Almeida Araújo

 

Bloco do Bem Dito

Domingo, 18 de fevereiro

Horário: 10 às 22 horas, saída com o trio às 15h30

Trajeto: Rua Águas Limpas, Rua Carlos Korkischko, Rua Padre Cláudio Arenal, Rua Fonte Boa, Rua Aporé, retornando pela Rua Carlos Korkischko

 

Bloco dos Fanfarrões

Sábado, 24 de fevereiro

Horário: a partir das 12 horas

Local de concentração: Bar do Amarelinho

 

Piores do Ano

Domingo, 25 de fevereiro

Horário: 12 às 18 horas

Trajeto: Avenida Coqueiral, Avenida Delfinópolis, voltando ao ponto de origem na Avenida Coqueiral.

 

Minduca Folia (Vila Augusta)

Sábado, 10 de março

Horário: 10h às 22h, deslocamento às 14h30

Local: Concentração na Rua Mogi das Cruzes, 382 - Vila Augusta, Rua Santa Isabel, Rua Conego Valadão, Rua Dona Antonia, Rua Descalvado, Rua Carutapera, retorno para a Rua Mogi das Cruzes. 

Imagens: Divulgação