Emissão de Carteira do Idoso cresce mais de 80% em 2019

Quarta, 08 de Janeiro de 2020 - 10:17

A emissão da Carteira do Idoso bateu recorde em 2019, quando foram confeccionadas 5.922 unidades; em 2018 esse número foi de 3.277, representando um crescimento de 80,71%. Comparado com 2016, na gestão anterior, o resultado foi ainda mais surpreendente: um aumento de 510%, já que naquele ano foram emitidas apenas 970 carteiras.

O idoso interessado em adquirir a carteira deve procurar o Centro de Referência da Assistência Social (Cras) mais próximo da sua residência, ou a Central do Cadastro Único de Programas Sociais (CadÚnico)/Bolsa Família, e se inscrever no CadÚnico para obter o Número de Identificação Social (NIS). Caso ele já tenha seus dados no Cadastro Único e estejam atualizados, o atendente irá verificar o NIS existente e solicitar a carteira no sistema.

A Carteira do Idoso contém informações de identificação do cidadão, do município em que ele vive, o NIS e uma foto. Ela é destinada a pessoas acima de 60 anos que não tenham como comprovar renda individual de até dois salários mínimos para a obtenção da gratuidade na passagem interestadual (ônibus, trem ou barco) ou de desconto de, no mínimo, 50% no valor da passagem. O benefício federal é assegurado pelo Estatuto do Idoso (lei 10.741/2003).

Mais informações podem ser obtidas em uma das unidades dos Cras (confira o endereço mais próximo em www.guarulhos.sp.gov.br/centro-de-referencia-da-assistencia-social-cras), na Central do CadÚnico/Bolsa Família, que fica na avenida Bom Clima, 425, Jardim Bom Clima, ou pelo telefone 2408-7020.

 

Imagens: Fábio Nunes Teixeira / PMG