Subsecretaria da Igualdade Racial

A Subsecretaria da Igualdade Racial, criada em 2017 pela Lei 7.550, é um órgão da Prefeitura de Guarulhos, vinculado à Secretaria de Direitos Humanos.

Conforme a legislação, compete à Subsecretaria da Igualdade Racial:

I - Propor em âmbito municipal, políticas de promoção da igualdade racial com ênfase na população negra, outros segmentos raciais e étnicos;

II - Orientar, apoiar e acompanhar atividades voltadas à implementação de políticas e diretrizes para a promoção da igualdade e proteção dos direitos de indivíduos e grupos raciais e étnicos, afetados por discriminação racial e demais formas de intolerância;

III - Acompanhar e avaliar o impacto das políticas e programas desenvolvidos no município sobre a igualdade racial;

IV - Elaborar e contribuir para o desenvolvimento de programas de ações afirmativas ou medidas especiais visando o cumprimento de acordos, convenções, declarações e planos de ação internacionais firmados pelo Brasil, que digam respeito à promoção da igualdade racial;

V - Articular a participação da cidade de Guarulhos nos fóruns de governo e da sociedade civil organizada, de âmbito regional, estadual, nacional e internacional de cidades pela promoção da igualdade racial.

 

Prefeitura garante a inclusão de imigrantes haitianos em curso de panificação

A Subsecretaria da Igualdade Racial de Guarulhos participou na última quarta-feira (6) da certificação dos alunos do curso de panificação, realizado pela Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social em parceria com o Fundo Social de Solidariedade e a Associação Paulista de Supermercados (Apas) no Restaurante Popular do Taboão.

Prefeitura participa de lançamento de livro nesta sexta-feira na UNG

Nesta sexta-feira (8), às 19h, no campus Centro da Universidade Guarulhos (UNG), a Subsecretaria da Igualdade Racial de Guarulhos, em parceria com o Centro Acadêmico do Serviço Social Nisia Floresta-NUG, promoverá o lançamento do Livro A História Oral na Pesquisa em Serviço Social – da Palavra ao Texto, do Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Identidade - NEPI - PUC

Mais de 100 pessoas prestigiam abertura do Novembro Azul e Negro

A programação do mês dedicado à saúde do homem e da população negra chamado de Novembro Azul e Negro foi aberta oficialmente na manhã desta sexta-feira (1º) no Adamastor Centro. Mais de 100 pessoas prestigiaram o evento, que teve início com apresentações musicais de Juliano Neto e Tatiana Pereira, e contou com palestras sobre o tema, seguidas de debates.